25/01/2012

Ser nerd é cool?


Para começar a tratar do assunto, vamos definir o que é um nerd: Uma pessoa que gosta tanto de alguma coisa que quer buscar saber cada vez mais sobre ela e sobre coisas a ela atreladas. Essa é a definição que eu aceito como correta para um nerd. Porém, não é essa a definição que a sociedade usa para definir um nerd. Todos sabemos que junto a essa palavra vem uma enorme carga de pré-conceitos, como inabilidade social, exagero nos estudos, pouco senso de moda, e por aí vai.


A grande questão é que hoje em dia esse conceito de nerd tem mudado e chegamos a um ponto em que ser nerd é chique e está na moda. Mas aí vem o grande problema. O que está na moda é ser nerd? Sendo um ou outro, é algo para se ter orgulho? Vou tentar falar sobre isso aqui.

Quando eu era bem pequena ser nerd não era algo “cool”. Na verdade, você era maltratado, as pessoas olhavam torto e a maioria dos amigos que você fazia eram iguais a você se muito. Afinal, o pessoal não gostava de um cara que ficava o dia inteiro no computador, ou jogava muito video-game, ou colecionava cards, brincava com bonecos, assistia desenho animado demais, lia gibi… isso não era algo que os “descolados” faziam. Claro que não. O legal era você sair para as boatezinhas (aquelas festinhas feitas para pré-adolescentes que querem ser gente grande), ir ao cinema com as meninas da turma, ir pra praia, ficar falando de relacionamentos e fazendo fofoca. Eu fico pensando o que aconteceu para isso ter mudado. Porque agora isso virou ao avesso?

Opa, peraí… não virou. Essas coisas ainda são consideradas criancice, caretice, coitadice, o que quiser chamar. Então vamos com calma… se o que a maioria dos nerds faz ainda é considerado idiotice, qual a parte dos nerds que está em alta? A resposta é o “visual”.

O conceito de “nerd-chic” nasceu para a moda. Óculos com armações em evidência. Camisas sociais xadres com calça de tecido. Tênis casual e um cinto estilizado. Magro. Uma leve barba mal cuidada (só na aparência). Isso é um “nerd-chic”. O “ser nerd” não é o que está na moda, mas sim o “parecer nerd” está na moda. Você ser apaixonado por algo a tal ponto de fazer certos sacrifícios incompreensíveis pela sociedade não é “cool”. Um fã gastar o salário em um busto do Homem de Ferro não faz sentido. Importar uma edição especial de um DVDs a 400 reais sendo que você tem uma edição “pobraiada” por 10 é inconcebível. Deixar de sair para uma noite para a boate porque vai sair um episódio da série que você mais gosta é coisa de doido. Ficar em casa num final de semana de sol pra assistir a uma série inteira de filmes que você adora é loucura.

É, queridos leitores, ser nerd não é chique. Parecer com um é.
Proxima Anterior Inicio

0 comentários:

Postar um comentário